Kalil antecipa pagamento do salário de setembro e anuncia quatro folhas até o final deste ano

Em reunião com a equipe econômica, o prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, reafirmou compromisso com a regularidade no cumprimento do calendário de pagamento dos salários dos servidores públicos municipais, bem como dos encargos sociais e dos demais fornecedores, seja de serviços ou de obras e anunciou a antecipação do pagamento para essa quinta-feira, 29 de setembro.

Fora isto, Kalil Baracat, sinalizou o pagamento de quatro folhas até o final do ano, referentes aos meses de outubro, novembro, 13º salário e o mês de dezembro, o que vai injetar mais de R$ 150 milhões na economia local de Várzea Grande e de Cuiabá, aquecendo as vendas tanto do comércio como da indústria.

“Pagar salário em dia é uma obrigação que fazemos questão de cumprir, pois é um direito do servidor público, demonstra respeito para com a cidade que vê sua economia aquecida uma valorização para o comércio e a indústria”, explicou Kalil Baracat.

O prefeito lembrou que Várzea Grande, dentro da sua realidade econômica e financeira tem crescido nos investimentos em obras e ações de interesse coletivo e isto atrai novos investidores.

“Temos muitas obras estruturantes em andamento que estão valorizando a cidade e seus imóveis, bem como políticas sociais, mas não descuidamos de nossos servidores que são a mão do Poder Executivo, são o maior capital social para executar as políticas de saúde, de educação, segurança, social entre outras obrigações da Administração Municipal que atende a todas as demandas com responsabilidade, transparência e em busca de eficiência”, disse Kalil Baracat.

A Folha de Pagamento da Prefeitura de Várzea Grande, mais o Departamento de Água e Esgoto (DAE/VG) e da Previdência de Várzea Grande (PREVIVAG) que paga as aposentadoria e pensões, soma R$ 37,4 milhões com encargos.

Kalil Baracat lembrou que neste ano de 2022, todos os servidores públicos municipais de Várzea Grande receberam 7% de Reajuste Geral Anual (RGA), além de receberem a Progressão de Enquadramento por Nível e havendo condições financeiras e legais, respeitando os parâmetros de gastos impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), novos avanços deverão ser concedidos nos próximos exercícios.

A busca pelo equilíbrio financeiro entre receitas e despesas, se atingidos, pode permitir novas concessões para atender aos direitos do funcionalismo público.