Bebê prematuro é encontrado sem vida dentro de saco plástico

Um bebê prematuro foi encontrado na tarde desta terça-feira, 5 de julho, dentro de um contêiner de lixo. O recém-nascido estava em uma sacola plástica. O caso foi registrado em Lucas do Rio Verde (334 km de Cuiabá). Os pais foram encontrados no Hospital São Lucas, após a mãe de 42 anos, dar entrada no Hospital São Lucas com forte hemorragia.

Segundo informações da Guarda Municipal, a mulher foi socorrida pelos agentes. No local, os médicos constataram que a mulher havia entrado em trabalho de parto e questionou o marido da mulher onde estaria a criança.

Inicialmente, o homem disse em depoimento que não sabia estar grávida e nega qualquer auxílio ou indução ao aborto. “Ele negou, mas a fala dele não nos convenceu. Existem lacunas que demonstram, ao menos em sede de indícios, de que ele auxiliou ou provocou esse aborto, provavelmente, com consentimento da gestante. Essa é a nossa primeira tese”, comentou o delegado Eugênio Rudy.

Após a detenção do suspeito, os investigadores continuam as investigações para saber se a criança estava viva ao ser colocada na lixeira. O autuado em flagrante, inicialmente, pelo crime de aborto. A mulher segue internada em estado grave.