Em pesquisa, Coronel Assis está entre os três mais lembrados à Câmara Federal

O ex-comandante da Polícia Militar de Mato Grosso, o Coronel  José Jonildo de Assis, aparece entre os três nomes mais lembrados na pesquisa realizada pela Percent Brasil de intenção de voto para deputado federal nas Eleições 2022. Coronel Assis é pré-candidato a deputado federal e aparece em 3º lugar na consulta espontânea entre os eleitores de Cuiabá e Várzea Grande.

A pesquisa foi divulgada em veículos de imprensa estadual, nos quais constam que está registrada na Justiça Eleitoral sob o número MT 06721/20222, e ouviu 1 mil entrevistados, sendo 600 em Cuiabá e 400 em Várzea Grande, entre os dias 27 de abril e 3 maio, com uma margem de erro de 3,10%, para mais ou para menos.
O Coronel Assis se disse surpreso e agradecido por ser lembrado pela população da Grande Cuiabá. Mato Grosso possui 9 vagas para a Câmara Federal.
“No meu trabalho no comando da Polícia Militar do nosso Estado, tive a oportunidade de fazer a tropa mais próxima e presente da população. Acredito que isso ajudou nesta lembrança em ser um dos possíveis nomes para representá-la. Fico muito honrado com isso. Se for este o desejo de Deus e da população, estou pronto para a missão”, avalia Coronel Assis.
No comando-geral da PMMT de janeiro de 2019 a abril de 2022, Assis é coronel desde 2017. Natural de Várzea Grande, tem 46 anos de idade, é casado e tem uma filha.  Ingressou na Polícia Militar em 1995, já foi comandante do GEFRON –  Grupo Especial de Segurança de Fronteira e do BOPE – Batalhão de Operações Policiais Especiais, tendo uma carreira de 27 anos na corporação.
Pleiteando sua primeira candidatura a um cargo eletivo, Assis tem usado da sua grande visibilidade nas redes sociais, tendo mais de 65,8 mil seguidores só no Instagram (@coronelassis) para defender, principalmente, a segurança pública e demonstrar a atuação da polícia militar nos mais diversos rincões de Mato Grosso, como é o caso da Patrulha Rural Georreferenciada, que nos últimos três anos tem garantido a redução dos índices de violência no campo.
“Sou pré-candidato. Estou nesta missão porque precisamos ocupar os espaços públicos com homens de valor, inclusive no Congresso Nacional. Quando isso não acontece, a bandidagem toma conta”, diz Assis.
Alinhado ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), Coronel Assis defende também uma reestruturação das leis criminais no Brasil, como forma de combater a impunidade.