Chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho descarta MDB e seguirá União Brasil

O secretário Mauro Caravlaho, chefe da Casa Civil de Mato Grosso, declarou que jamais recebeu algum convite formal para assinar ficha de filiação ao MDB com pretensão de disputar as eleições de 2022. A declaração foi dada durante entrevista ao Programa Opinião, na última semana.

Considerado homem forte do governador Mauro Mendes (DEM), Carvalho nega qualquer pretensão eleitoral, neste ano. “Tenho uma relação cordial com o deputado federal Carlos Bezerra. É uma pessoa da qual tenho muito respeito e também pelo MDB que tem uma história de grandes vitórias e articulações e focada no desenvolvimento de Mato Grosso. Mas, nunca sentei com o Bezerra para tratar disso”, declarou.

Carvalho ainda ressaltou que sua proposta é permanecer no mesmo partido do governador Mauro Mendes (DEM). “Sou filiado ao DEM que caminha para ser o União Brasil e assim vou permanecer”, concluiu.

Para ser formalizado, o União Brasil ainda aguarda o aval do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A formação de chapas para a disputa a Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados ainda está em fase de discussão.

O suplente de senador e ex-deputado federal Fábio Garcia será o presidente do partido, em Mato Grosso.