Com grandes cobradores e goleiros, Palmeiras e Flamengo se aprontam para possível decisão por pênaltis

Não bastassem a rivalidade recente e o encontro de dois dos elencos mais poderosos do futebol brasileiro, a final da Libertadores deste sábado entre Palmeiras e Flamengo ainda pode ter a emoção de ser decidida nos pênaltis, caso haja empate no tempo normal e na prorrogação.

ge mostra abaixo um levantamento completo de como batem (e defendem) os dois times e quais jogadores poderão ser escolhidos para uma eventual decisão nas cobranças.

Dos dois lados, há especialistas: se Diego Alves já pegou pênalti até de Messi, Weverton vive uma fase mágica mesmo com o Palmeiras tendo acumulado derrotas recentes nas penalidades. Entre os principais cobradores, o equilíbrio é ainda maior. Pelo Flamengo, Gabigol só perdeu uma cobrança de 26. Já Raphael Veiga converteu os 15 que bateu pelo Verdão.

GOLEIROS

Ídolo da torcida e nome frequente em convocações para a seleção brasileira, Weverton é sem dúvida uma das apostas do Palmeiras para a final da Libertadores. Em 2020, pegou duas cobranças de pênaltis do Corinthians e foi determinante para o Verdão ficar com o título paulista. Apesar de o time acumular um histórico recente de eliminações nas penalidades, o goleiro tem conseguido se destacar.

Em julho de 2017, Diego Alves chegou ao Flamengo com status de quem já havia defendido pênaltis batidos por Cristiano Ronaldo e Messi. A fama se confirmou com a camisa rubro-negra. Fundamental nos títulos da equipe nos últimos anos, o goleiro evitou o gol em 33% das penalidades que enfrentou desde que chegou ao clube. Em abril deste ano, pegou três cobranças justamente contra o Palmeiras, na Supercopa do Brasil.

ESPECIALISTAS

Raphael Veiga tem um número impressionante. Desde que foi contratado pelo Palmeiras, em 2016, o meio-campista bateu 15 pênaltis – dois deles na Supercopa, diante de Diego Alves – e converteu todos. Além de ser o cobrador oficial do time, o jogador vive uma fase iluminada, decidindo jogos importantes e sendo até cogitado por Tite para ser convocado pela seleção brasileira.

De pênalti, Veiga faz o gol da vitória do Palmeiras no jogo de ida das oitavas da Libertadores

Todo mundo sabe a forma de bater de Gabigol, mas ninguém é capaz de defender. O único pênalti perdido pelo atacante com a camisa do Flamengo – contra o Botafogo, no Carioca de 2020 – parou no travessão. Em três temporadas pelo clube, o jogador aperfeiçoou seu estilo de bater penalidades e enche a torcida de confiança sempre que ajeita a bola para fazer a cobrança.

O pênalti mais recente de Gabigol, contra o Bahia, no estilo característico: toque no canto após o goleiro se mexer

LISTAS DE COBRADORES

O Palmeiras chega à final da Libertadores com uma coleção de eliminações recentes nos pênaltis. Após o título paulista de 2020, o Verdão perdeu nas batidas para Al Ahly (Mundial de Clubes), Flamengo (Supercopa), Defensa y Justicia (Recopa) e CRB (Copa do Brasil). Nos números individuais, além de Raphael Veiga, quem também se destaca é Gustavo Scarpa. Outros possíveis batedores são Gustavo Gómez, Dudu, Zé Rafael e Rony.

lista pal - lista pal

Nos últimos dois anos, o Flamengo venceu uma disputa de pênaltis – justamente contra o Palmeiras – e perdeu duas: contra Racing, na Libertadores de 2020, e Fluminense, no Carioca de 2020. Se a Libertadores deste ano for decidida dessa forma, além de Gabigol, outro que estará entre os cobradores, caso esteja em campo ao fim da prorrogação, é Arrascaeta. Também são possíveis batedores nomes como Éverton Ribeiro, Vitinho, Filipe Luís, David Luiz e Andreas Pereira.

lista fla - lista fla

GE