Jogador do Cuiabá é criticado após frase homofóbica: ‘Leva à condenação’

Um jogador do Cuiabá está enfrentando um problema extra-campo por causa de uma frase postada em seu perfil. O volante Pepê, do Cuiabá, recebeu críticas nas redes sociais nesta sexta-feira. Questionado “o que acha sobre homossexualidade?” em uma rede social, o jogador de 23 anos opinou que “é pecado” e “leva à condenação”. O jogador, no entanto, procurou se embasar na bíblia para se defender.

– Leva à condenação como qualquer outro pecado se não houver arrependimento – disse Pepê, antes de continuar.

Pepê Cuiabá polêmica — Foto: Reprodução/Instagram

Pepê Cuiabá polêmica — Foto: Reprodução/Instagram

– Concordo que Deus é amor, mas a generalização disso nessa geração tem levado muitos ao caminho errado. Amar é falar a verdade! Não julguei, nem condenei, apenas expus conhecimento que o senhor me deu pela Sua palavra, que é a Bíblia, meu manual de fé. A homossexualidade é pecado da mesma forma que adulterar ou até mesmo odiar o seu irmão também é. Pecado é pecado, e ele jamais trará vida – finalizou.

As declarações de Pepê geraram revolta entre os internautas. As postagens tomaram grande proporção nas redes sociais, com críticas ao teor homofóbico da frase.

Pepê Cuiabá polêmica — Foto: Reprodução/Instagram

Pepê Cuiabá polêmica — Foto: Reprodução/Instagram

Procurado pela reportagem do ge, o Cuiabá preferiu não se manifestar sobre o assunto.

Ex-Flamengo, Pepê foi contratado pelo Cuiabá no início desta temporada, com vínculo de três anos. O volante é um dos pilares do Dourado na campanha do Brasileirão, tendo 24 jogos disputados, dois gols e uma assistência.

O jogador deve ser titular da equipe no confronto contra o Atlético-MG, neste domingo, às 15h (de MT), no Mineirão, em duelo válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. (Globo Esporte)