De olho no Flamengo, Atlético-MG tem 4 titulares pendurados para enfrentar o Cuiabá

O Atlético-MG terá pela frente no próximo domingo um adversário casca grossa, sobretudo em jogos fora de casa. Mas além do Cuiabá, precisará jogar com inteligência para não perder peças-chave para o confronto mais aguardado deste Brasileirão: o duelo direto contra o vice-líder Flamengo, no fim de semana seguinte, no Maracanã.

Isso porque o Galo conta atualmente com cinco atletas pendurados, sendo quatro deles não apenas titulares, mas peças fundamentais no esquema do técnico Cuca: os zagueiros Nathan Silva e Junior Alonso, o meia Nacho Fernández e o atacante Hulk.

Além deles, o próprio Cuca e o atacante Eduardo Sasha completam a lista dos atleticanos que já receberam dois cartões amarelos e estão a um de precisarem cumprir suspensão automática justamente no confronto direto do dia 30.

Atlético e Flamengo estão separados por 10 pontos na tabela de classificação. O Galo soma 56 em 26 jogos disputados. Já o Rubro-Negro tem 46 em 24 partidas.

No sábado, o time carioca faz clássico contra o Fluminense, no Maracanã, enquanto o Galo recebe o Cuiabá no domingo, às 16h (de Brasília), em jogo que poderá contar com a presença de até 30 mil torcedores no Mineirão.

Os dois rivais vêm de tropeços na última rodada do campeonato. O Flamengo ficou no 0 a 0 com o próprio Cuiabá, e o Galo perdeu a invencibilidade de 18 jogos diante na virada sofrida para o Atlético-GO, em Goiânia, por 2 a 1.

Atlético poderá contar com 30 mil torcedores no duelo contra o Cuiabá — Foto: Pedro Souza / Atlético

Atlético poderá contar com 30 mil torcedores no duelo contra o Cuiabá — Foto: Pedro Souza / Atlético

Com a classificação encaminhada à final da Copa do Brasil (goleou o Fortaleza na ida por 4 a 0) e precisando da vitória para manter em dois dígitos a vantagem na liderança, Cuca não deve poupar ninguém para o duelo diante do Cuiabá. Principalmente porque o Dourado está sendo um visitante ‘indigesto’ neste Brasileirão e só perdeu um jogo fora de casa. São 12 jogos de invencibilidade fora de seus domínios.

O único que pode ficar de fora é o atacante Hulk, que sofreu um pisão na mão esquerda na partida contra o Fortaleza e precisou deixar o campo com o dedo anelar enfaixado. Nesta quinta, o Galo afirmou que não houve diagnóstico de fratura, mas que o jogador segue em tratamento da lesão.

Se ficar fora da partida, o provável substituto é o chileno Eduardo Vargas, que voltou a entrar em campo nessa quarta após ser desfalque nas últimas cinco partidas, com lesão no tornozelo esquerdo. Eduardo Sasha, que substituiu Hulk na semifinal e também está pendurado, é outro candidato à vaga. (Globo Esporte)