Em jogo de três gols anulados pelo VAR, Fortaleza bate a Chapecoense

Em uma partida marcada por três gols anulados pelo árbitro de vídeo, o Fortaleza venceu a Chapecoense por 2 a 1, na noite deste sábado, pela abertura da 27ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O Tricolor de Aço teve dois lances anulados, enquanto a Chape teve um. Bruno Melo e Pikachu marcaram para o Leão, e Rodriguinho descontou para o Verdão do Oeste.

 

De olho no topo

Com o resultado, o Fortaleza chegou aos 45 pontos na tabela, se mantém na terceira colocação e não perderá posições ao final da rodada. O Bragantino, quarto colocado, tem 41 pontos e não pode alcançar o Tricolor de Aço. A Chape segue na lanterna da competição com apenas 13 pontos.

 

A agenda

O Fortaleza volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Atlético-MG, às 21h30, fora de casa, pela Copa do Brasil. Pela 28ª rodada do Brasileiro, o Leão recebe o Athletico, às 19h15, de sábado. A Chape joga no domingo (24), contra o Bahia, às 20h30, na Arena Fonte Nova.

 

Jogo do VAR

Três gols foram anulados na noite deste sábado, na Arena Condá, pelo árbitro de vídeo. No primeiro tempo, após gol de Pikachu, a arbitragem pegou o jogador impedido no lance que seria o segundo gol do Fortaleza. Na etapa complementar, Bruno Melo marcou de cabeça, mas Tinga, também impedido no lance, acabou ajudando a Chape em mais um lance anulado.

Na sequência da partida, Kadu marcou a virada para o Verdão do Oeste, mas um pênalti de Moisés Ribeiro, no início da jogada, anulou a virada da Chape, e deu a penalidade ao Fortaleza, que virou com a conversão de Pikachu.

 

Primeiro tempo

Não demorou muito para o Fortaleza abrir o marcador na Arena Condá. Aos 5 minutos, Keiller salvou a Chape em chute de Henrique, mas, na sequência, não segurou o adversário. Bruno Melo recebeu na esquerda, cruzou para dentro da área, a bola desviou em Matheus Ribeiro e entrou. O Tricolor de Aço chegou a ampliar dois minutos depois, mas o gol de Pikachu foi anulado por impedimento.

O Fortaleza continuou dominando a partida, sem qualquer reação do Verdão do Oeste, até que aos 41 Rodriguinho roubou a bola de Benevenuto e deixou tudo igual até o intervalo.

 

Segundo tempo

O empate marcado na reta final da primeira etapa e as substituições de Pintado já no intervalo, deram ânimo para a Chapecoense depois do sufoco durante todo o primeiro tempo. Os mandantes esboçaram a virada e levaram perigo para o gol de Felipe Alves, mas não conseguiram ser efetivos.

Bruno Melo, aos 31, de cabeça após cobrança de falta de Pikachu, marcou o segundo dele e o segundo do Fortaleza, mas o VAR entrou em ação e anulou mais um. Bruno precisou ser substituído depois de um choque de cabeças no lance anulado.

Na sequência, aos 42, Kaio fez um belo gol para a virada, mas novamente o VAR anulou com um pênalti no início da jogada para o Fortaleza. Pikachu foi para a cobrança e decretou a vitória do Leão do Pici.

Chapecoense x Fortaleza Brasileirão Série A

Chapecoense x Fortaleza Brasileirão Série A (Foto: Dinho Zanotto/AGIF)