São Paulo vence Avaí e entra no G-4 do Brasileirão

A vitória por 1 a 0 sobre o Avaí foi magra, mas suficiente para o São Paulo iniciar uma retomada e entrar no G-4 do Campeonato Brasileiro. Com gol de Arboleda na tarde deste domingo, no Morumbi, o Tricolor reagiu rapidamente após a derrota para o Cruzeiro, ultrapassou o rival Corinthians na tabela e ganha fôlego na briga por uma vaga na Copa Libertadores de 2020. A expulsão de Brenner, ainda no primeiro tempo, deixou o jogo ainda mais controlado diante de um domínio total do São Paulo. O Avaí quase não criou e já parece entregue no campeonato.

A vitória leva o São Paulo aos 46 pontos, na quarta posição, com dois pontos a mais do que o Corinthians, agora quinto. O Avaí, por sua vez, continua no Z-4, com 18 pontos.

Craque do Jogo

Mesmo jogando na lateral, fora de sua atual posição preferida, Daniel Alves foi bem, deu a assistência para o gol de Arboleda, cobrou uma falta com perigo e ganhou os votos do público e do comentarista Caio Ribeiro.

Central do Apito

Auxiliado pelo VAR, o árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva expulsou Brenner, do Avaí, aos 22 do primeiro tempo, após uma entrada dura em Bruno Alves. O comentarista Paulo César de Oliveira, do Grupo Globo, achou a decisão exagerada e disse que o árbitro de vídeo serve para corrigir erros claros da arbitragem de campo, e não para “apitar” também. “Entrada dura do Brenner, mas não vejo como erro claro para o VAR chamar e ele expulsar. Eu teria aplicado cartão amarelo”, disse PC.

Inacreditável FC

Alexandre Pato teve tarde de pouca inspiração no Morumbi. Ele tentou, finalizou quatro vezes a gol, mas não conseguiu acertar o alvo – quando acertou, teve gol anulado pelo VAR. Na melhor oportunidade, sem goleiro, chutou de maneira incrível para fora. Ele acabou substituído por Raniel.

Primeiro tempo

O São Paulo começou ligado, buscando jogadas em velocidade e criando boa chance com Alexandre Pato ainda no primeiro minuto de jogo. Aos poucos, porém, o ritmo caiu: o Tricolor ficou com a bola (posse de 78%), mas só finalizou pela primeira vez aos 17 minutos, com Luan. A expulsão de Brenner após entrada em Bruno Alves, aos 22, só reforçou o panorama da partida com um São Paulo tentando criar e um Avaí tentando se livrar do perigo de qualquer maneira. Melhor para os catarinenses, que fizeram um paredão na entrada da área e impediram finalizações de longe. O Tricolor só chegou nas bolas aéreas com Dani Alves na lateral: foram 19 bolas levantadas no total, contra apenas duas do Avaí.

Segundo tempo

Com o jogo controlado, o São Paulo atuou quase o tempo todo no campo do Avaí – o meia Igor Gomes substituiu o zagueiro Bruno Alves no intervalo. Apesar do gol perdido por Pato logo no início, o Tricolor abriu o placar na sequência com Arboleda, de cabeça, após cobrança de escanteio de Daniel Alves. Depois disso, o São Paulo continuou pressionando em busca do segundo gol e deixou espaços para contra-ataques: num deles, o Avaí encaixou lançamento para Richard Franco, que chutou cruzado e quase empatou. Apesar de alguns sustos, o Tricolor saiu com uma vitória relativamente tranquila no Morumbi.

Homenagem a Cafu

Antes do jogo, o ídolo do São Paulo ganhou uma placa comemorativa, um quadro e uma camisa com o nome de Danilo, filho do ex-lateral que morreu em setembro deste ano, aos 30 anos. Cafu foi ao gramado do Morumbi ao lado de Raí e Lugano, hoje dirigentes do Tricolor, e Kaká, outro ídolo do clube.

Homenagem a Cafu antes de São Paulo x Avaí

Homenagem a Cafu antes de São Paulo x Avaí (Foto: Marcos Ribolli)

Próximos jogos

Os dois times voltam a campo no próximo domingo, pela 28ª rodada do Brasileirão. O São Paulo recebe o Atlético-MG no Morumbi, às 16h (de Brasília), enquanto o Avaí enfrenta o Palmeiras também em sua casa, na Ressacada, às 18h.

(Globo Esporte)